A ABERTURA DE NOVOS PORTAIS

13/12/2012 13:02

 


 


por Maria Silvia Orlovas 
morlovas@terra.com.br



Já está acontecendo, e você onde quer ficar?

Tenho observado as pessoas à minha volta e o estresse tomando conta desse momento. E acho que, de fato, todo final de ano é assim. Parece que tudo fica mais intenso, festas, reuniões, mas também medo e indecisões, já que o ano novo também traz transformações e incertezas. Algumas mudanças nós buscamos e outras simplesmente acontecem nos forçando a agir diferente.

Não tem como evitar a insegurança do momento, nem as lições que vamos enfrentar.

O que podemos fazer é buscar paz interior para vencer as dificuldades com mais conexão com a luz.

Apesar de vários amigos estarem enfrentando momentos complicados, alguns envolvendo saúde e desafios profissionais, vejo que a cada ano tem mais gente despertando para a espiritualidade em busca de apoio. Claro que sempre existirão os céticos e aqueles que só procuram a vida espiritual para resolver os problemas do momento, sem dar continuidade a mais nada quando as coisas se resolvem.

Mas também tenho visto muita gente aprendendo com as lições e desenvolvendo um jeito melhor, mais aberto e benevolente de lidar com a vida, tudo isso influenciado pelos desafios.

Recentemente num dos nossos grupos, um guia espiritual, Sr. Pena Verde, brincou dizendo que os obsessores nos ajudam a crescer porque nos obrigam a rezar, buscar luz e crescimento. E ao final, o mal presta um grande serviço ao bem.

É chegado o tempo de maior compreensão dos caminhos espirituais e da tomada das rédeas do nosso destino. Sinto que 2012 foi um grande ano nesse sentido, pois muitas pessoas despertaram para a vivência espiritual. E viver a espiritualidade significa também reconhecer as emoções que turvam nosso olhar e fecham nossos ouvidos.

Vida espiritual deve nos oferecer uma ampliação da visão, antes de tudo olhando para nós mesmos.

Para escapar do sofrimento, o primeiro passo é nos perguntar: por que sofremos?

Do que temos medo?
O que de pior pode nos acontecer?

Tenho certeza que muitas pessoas sofrem muito mais por antecipação do que exatamente pelos fatos em si. E esse sofrimento mental é o que nos afasta de Deus. Pois criamos resistência ao destino, aos aprendizados.

Anos atrás quando me deparei com a lição da não-resistência, achei que jamais conseguiria agir assim. Mas hoje vejo que é muito bom deixar fluir e nos observar. Sem angústias, sem tanto medo, sem tanta pressão.

Se alguém está doente, precisando do seu apoio, simplesmente cuide daquilo que lhe cabe. Se a questão é financeira, olhe de frente o desafio e deixe de sofrer por aquilo que não pode resolver, feche os gastos, mude sua vida, simplifique seu dia a dia. Todo mundo pode fazer isso.

Mas ao contrário de assumir uma atitude tranquila  as pessoas resistem às dificuldades prolongando cada experiência dolorosa. Com isso, a mente se torna pesada, o semblante taciturno, as palavras ásperas, mas por que tudo isso?

Os portais se abrem dentro de nós. 
Dentro da nossa consciência, na nossa vida, em nossas atitudes. 

Não existe um local físico para a abertura desses portais espirituais, como 12.12.2012, que é um ponto importante na energia do planeta, quando vamos entrar em sintonia com a harmonia. Esse é mais um passo espiritual, um passo em direção a tomada da consciência amorosa que você poderá dar ou não dependendo de sua vibração. E a vibração se faz numa somatória de pensamentos, palavras, sentimentos e atitudes.

Já a celebração do solstício em 21.12.2012, uma data que envolve o planeta inteiro e sinaliza a chegada da nova era, mobiliza forças profundas dentro e fora de nós. Forças que já estão despertas no nosso espírito mesmo antes da gente encarnar.

Mas vamos lembrar que é uma data cósmica, de mudança planetária, de preparação para a implantação de uma nova era. E tudo isso se faz com a mudança de cada um de nós, da limpeza de nossos corpos sutis, das memórias de dor, das raivas e guerras que carregamos no inconsciente.

Por isso, alguns estão sentindo tão fortemente a pressão deste momento, já que é esperado que cada um de nós faça seu esforço de transformação e colabore com a mudança da vibração planetária.

Somos nós que temos que limpar nossa mente e aprender a focar o pensamento no amor e na luz.

Somos nós que temos que perdoar os familiares e amigos.

Somos nós que precisamos dar o primeiro passo e reconhecer nosso valor, nossos talentos.

O portal da nova era inaugura uma nova forma de pensar e de agir sintonizada com nossos sentimentos superiores, e não mais com emoções primitivas como medo, falta de amor e entendimento.

Porém, não espere de imediato o fim das guerras, a diminuição do egoísmo que cria todos os tipos de sofrimentos. Porque essa paz precisa nascer em cada um de nós, e este é um movimento que vem de dentro para fora. Cuidamos primeiro da nossa vida, da nossa função na sociedade para depois começar a influenciar o mundo ao nosso redor.

Mas quero que você saiba, amigo leitor, que nas mensagens que recebo, os mentores sempre dizem que acreditam em nós e que potencializam o nosso corpo de luz.

Assim vamos na luz atravessar esses portais, conscientes de que um mundo novo se faz através do empenho de cada um de nós.


Fonte: STUM
Enviado por Silvana Toti
Grata Sil!