A BELEZA DA DESCONSTRUÇÃO

16/06/2014 17:18
 

Mestre El Morya
Canal: Maria Silvia Orlovas
26/02/2014


Poucas pessoas observam que, para receber algo novo, devem abrir mão do velho.

Enquanto vocês estão muito apegados aos seus conceitos, às suas idéias, às suas verdades… não permitem que algo novo venha para a vida de vocês.

Para que seja feita uma transformação, para que de fato haja uma evolução, uma ascensão, um crescimento, é preciso ter muita coragem… para se desapegar, para se abrir a novos caminhos, para se abrir a novas pessoas, para criar para vocês mesmos um espaço para o movimento.

Muitas pessoas se fixam num determinado patamar, num determinado momento de suas vidas e ali se sentem aprisionados. E nessas horas, as forças do destino, a energia dos seus mentores vem até vocês, fazendo um duro exercício que é dar espaço ao erro.

Permitir que vocês errem mais, permitir que vocês se enganem mais, permitir que vocês se sintam descontentes, magoados, tristes e até briguem, com Deus. Porque, nesse momento de escuridão, há um movimento.

Toda escuridão, todo momento de caos, todo momento de sofrimento, traz a desconstrução. Permite que as paredes se quebrem, para que haja a libertação.

Uma vez dissemos a vocês: “Os alicerces se fazem na lama”.

Porque é preciso cavar.
É preciso encontrar o espaço de uma nova fundação.

E quando ali, o Engenheiro encontra um prédio pronto, ele terá que ser descontruído. E acontecerá um grande movimento que, a princípio, se parecerá com uma cena muito triste, muito feia, muito suja e muito confusa. Mas este momento de caos é necessário.

Vocês, já assistiram em suas vidas, pequenos ou grandes movimentos de caos. Cada um de vocês, já passou por quebras, por cortes, por relacionamentos partidos, por mortes, por doenças. E esses momentos são fundamentais para o crescimento, ninguém gosta, ninguém deseja, ninguém quer.

Mas, no patamar da eterna alegria, ninguém aprende.
E este patamar não existe.

A alegria neste Plano de Vida é apenas um intervalo entre duas tristezas.
A alegria é apenas um momento de impulso favorável.

Então, permitam que venham as desconstruções. Que aquelas idéias que vocês tinham a respeito da vida, ou de si mesmos, sejam transformadas. Não se apeguem.

Não se apeguem às pessoas.
Não se apeguem aos lugares.
Permitam que as coisas mudem.

E, ao mesmo tempo, se mantenham fiéis à sua Força Divina, à sua conexão com o caminho do Bem, às suas verdades e os seus sentimentos espirituais.

No caminho do Amor, no caminho da Luz, Eu sirvo ao Primeiro Raio, o Raio da profunda Fé.
O Raio da profunda Força, da Integridade do Eu.

Eu Sou El Morya e junto com a minha presença, Seres da mesma energia, trabalham para fortalecer os pilares da espiritualidade, os pilares do Amor, da Força, os compromissos espirituais.

Por isso, já dissemos; assim é o Céu, Azul. 

Para lembrar sempre vocês, que há uma força maior regendo todos os movimentos, todas as transformações, todas as mudanças.

Se fortaleçam na sua Luz e permitam que o Céu, no sentido espiritual, desça à Terra e penetre os mundos, de cada um de vocês.

Nesse momento, imaginem um Raio Celeste, um Raio Azul, profundamente azul, entrando no alto de suas cabeças e penetrando todo o seu corpo, fazendo de você um Ser conectado à Inspiração Espiritual e à Luz dos seus mentores.

Recebam as nossas bênçãos e o nosso amor.

Se mantenham com a mente fixada nesta conexão, meditem nesta conexão.
E vocês encontrarão muitos benefícios, muita Força e muita Luz.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/06/el-morya-beleza-da-desconstrucao.html
Fonte: http://mariasilviaporlovas.blogspot.com.br/2014/02/mestre-el-morya-beleza-da-desconstrucao.html
Áudio: ALPHA LUX 07 ANO 16
Mensagem enviada por Silvana Toti
Grata Sil!

LUZ!