TOME A DECISÃO DE SE EMPENHAR COM FORÇA TOTAL

17/01/2012 01:12

 

Presidente Doutrinário para América Latina

Professor Yoshio Mukai

Reverência. Muito obrigado!

Acredito que todos tenham passado um bom Natal e um bom Ano-Novo. Agradeço a Deus por eu e minha família também termos passado um bom final de ano e recebermos bem o novo ano. Oro a Deus todos os dias, para que possamos desenvolver neste ano também o Movimento de Iluminação da Humanidade e o Movimento Internacional da Paz pela Fé, abençoados por Deus.

Na pág. 92 do livro da autoria do prof. Seicho Taniguchi, Sozoteki Jinsei no Tameni, ainda não editado em português, título provisório "Uma Vida Criativa", consta:

Ao chegar o novo ano, sempre penso: "Neste ano,sim, vou...", isto é, penso em ser mais feliz que o ano que passou. Mas o que há por dentro dessa felicidade? Pode haver pessoas que querem acumular mais dinheiro, receber aumento de salário, ser promovidas para um cargo diretivo, ter uma casa grande. Pode haver também pessoas que pensam em ter mais saúde, em primeiro lugar.

Pensar em ser feliz, ser rico é desejo de toda a humanidade, e desde que nasce neste mundo o homem estuda bastante, começa a trabalhar, se casa, cria filhos e trabalha a vida toda, mas quantas pes­soas conseguem fazer parte da diretoria na empresa em que trabalha, ser felizes, ricas e morar numa casa enorme? É uma grande questão para toda a humanidade.

Segundo o ensinamento da Seicho-No-Ie, ter um ideal e empenhar-se com força total é a primeira condição, mas também aprendemos que devemos agradecer, em primeiro lugar, à vida que levamos atualmente. Não há nenhum problema se a pessoa que acha que o trabalho atual não é condizente com o seu dom natural mude de emprego. Nesse caso, o mais importante é esforçar-se ao máximo no trabalho atual, até encontrar uma nova ocupação. A pessoa que negligencia o trabalho atual, pensando que logo mudará de emprego, não encontrará um bom emprego seguinte, no qual pensa em dar o máximo de si .

Ao fazer uso da força total, surgem novos planos e a vontade de desafiar novos objetivos. Ao estabelecer uma meta, fortalece a possibilidade de ela se concretizar. Que tal aprender outro idioma? Atualmente podemos estudar línguas por meio da internet. Por isso, se tiver vontade, é possível aprendê-las.

Eu sempre peço aos jovens que estudem pelo menos cinco línguas para o futuro da divulgação da Seicho-No-Ie. Sempre que volto do Japão, compro uma revista para ler durante a viagem, e certa ocasião fiquei profundamente impressionado ao ler uma reportagem sobre o dr. Saburo Shochi, médico de Fukuoka.

Na época em que saiu essa matéria na revista (começo de 2011), o dr. Saburo já estava com a agenda totalmente preenchida até o mea­do do ano seguinte. O que quero ressaltar aqui é que ele tem 104 anos de idade e escreve o diário em inglês, francês, russo, alemão, português e corea­no, mas a sua vida até aqui não foi nada fácil, pois ele foi pai de três filhos, sendo uma filha sem problema nenhum e dois filhos com dificuldades da fala por causa de paralisia cerebral. Nessa situação difícil, ele cuidou dos filhos até o fim. Aos 96 anos, ficou sozinho, após o falecimento do último filho. Aos 99 anos, o dr. Saburo deu a volta ao mundo, contando a sua experiência e, mesmo hoje em dia, continua recebendo inúmeros convites para fazer palestras.

Preletores, dirigentes da Seicho-No-Ie, desejo que continuem trabalhando neste ano também com força total, pensando que tem só 80 ou 90 anos. 

 

 

 

 

Presidente Doutrinário para América Latina

Professor Yoshio Mukai