ESCOLHAS E EXPERIÊNCIAS DE INTEGRAÇÃO DO CORPO DE LUZ

30/06/2014 11:41

 

 


Kuthumi Lal Singh
Canalizado por Marisa Calvi
20 de Julho de 2014



MARISA: Olá. Vocês estão na Awakening Zone. Meu nome é Marisa Calvi vindo a vocês de Sydney, Austrália, com o show que eu chamo “Sentindo-se Bem” e aqui é quando dispomos de um tempo, uma vez por mês, apenas para celebrar a vida da Nova Energia, abraçando o fato de sermos criadores e criando a vida que escolhemos.

Assim, muito obrigada por se reunirem a mim, hoje. É Solstício de Inverno aqui em Sydney, Austrália, o que significa que é o dia mais curto do ano. E então é uma espécie de um agradável dia de transição.

Com isso, vamos parar e apenas fazer uma respiração (pausa).

Eu peço que todos vocês parem e apenas sintam este belo despertar de consciência que todos vocês abrem através de si mesmos, agora.

(pausa)

Que belo compromisso com sua conexão de alma levando você a estar sintonizado hoje, para talvez abrir e expandir isso ainda mais; para ouvir algo mais que lembre de que você é Deus também. Vocês são os criadores de suas vidas

Uma bela e profunda respiração.

Durante minha respiração, enquanto a música de abertura tocava, senti o aviso de Kuthumi, de que teremos um show divertido, hoje.

Então, com isso, eu vou dar as boas vindas ao meu co-anfitrião, Joep Claessens, que está no Colorado, EUA. Oi Joep.

JOEP: Oi, Marisa. Bom estar de novo no seu show.

MARISA: Sim! E muito obrigada por se unir a nós. Realmente apreciamos ter você a cada dois meses para o Show de Kuthumi. Então, eu realmente, realmente aprecio isso. E você teve hoje seu dia mais longo, no auge do Verão, assim, espero que esteja um pouco quente aí, para você.

JOEP: Sim. Sim. Eu acho que estamos equilibrando perfeitamente um ao outro. O mais curto e o mais longo.

MARISA: Hoje, eu realmente pedi a Kuthumi para falar um pouco sobre escolhas. E sei que há dois meses, eu tive Norma Delaney no show. Falamos sobre aspectos e integração, porque eu meio que senti que esta palavra se tornou uma espécie de zumbido e banalidade. E com isso quero dizer que, por vezes, temos conceitos espirituais e vamos através deles por começar a usá-los demais. Nós esquecemos da real base de energia do porque nós começamos a usar estes termos em primeiro lugar e de todo o conceito das palavras.

Neste último mês, eu fazia uma sessão rápida com um amigo meu, quando Kuthumi chegou para falar sobre escolhas. E foi realmente agradável ter esta atualização de que todo o despertar em nossa vida é de fato um reflexo de nossas escolhas. Mas não apenas isso, é também o modo como estamos fazendo as escolhas e de onde estas escolhas estão vindo.

Já posso agora sentir Kuthumi chegando, através de mim, para falar sobre isso. Então, penso que realmente vou amar que nós tenhamos um tempo para uma verdadeira e boa atualização do que é escolha. Por que nós fazemos escolhas? Quais são as escolhas na Nova Energia?

Sei também e já há uma pergunta sobre isso na sala de bate papo, onde vamos falar sobre integração do corpo de luz, porque isso se ajusta a todo mundo – eu não vou falar na mente. Está na energia de todos no momento. Há uma porção de perguntas. Uma grande quantidade delas – há muita energia se movendo em torno disso, queremos mergulhar nela hoje, para expandir ainda mais a nossa conexão com essa energia.

Então, por favor, é nisso que conduziremos nossa discussão de hoje. As perguntas vão se relacionar com isso. Se você quiser reunir-se à conversa, por favor, tenhamos este foco. Se outras coisas se apresentarem, é claro, Joep e eu não iremos detê-las.

KUTHUMI: Ahh! Namastê. Eu penso que devemos começar. Devemos começar porque uma vez que comecemos, teremos um pouco mais de clareza de para onde estamos indo e então tudo será maravilhoso. E, sim, nós vamos falar sobre escolhas.

Primeiro e acima de tudo, eu vou convidar todos a ter um momento para uma respiração profunda e sentir o que estamos escolhendo agora.

(pausa)

O quê vocês estão escolhendo? Serão pequenas escolhas humanas?
Estarão estas escolhas vindas de suas necessidades humanas?

(pausa)

São escolhas que vêm do grande cenário? De você como divino humano.

Veja, a coisa maravilhosa é que, uma vez obtida a clareza entre quais são suas pequenas escolhas humanas e quais são suas grandes escolhas do divino humano, a escolha se torna muito simples.

Escolha não ocorre forçando, querendo e esperando. Escolha não surge do desejo de mudar coisas em sua vida. Escolha surge da expansão. Ela surge da integração. Escolha surge da clareza, escolha surge da aceitação.

Respire agora com essa bela conexão de alma que eu sei que todos vocês têm.
Se estiverem escutando essa apresentação, vocês também estão conectados com sua alma.

Vocês estão muito conectados, conscientes e amando esta conexão de alma 

(pausa)

Então, junto com sua alma, sinta o que você escolhe e torne isso simples 

(pausa).

É a escolha da experiência. Esta é a primeira escolha que você fez, quando você saiu de Tudo o Que É e explorou a pergunta “quem Sou Eu?” Eu escolho experiência. Eu escolho a experiência, então eu tenho que ir e conhecer tudo o que puder, então eu posso ir e mergulhar na alegria de viver como humano. Eu escolho experiência.

É tão simples. É tão simples porque, quando você lembra qual foi a primeira escolha que jamais fez – eu escolho experiência – então você pode ver que tudo o que está fazendo é perfeito e surpreendente.

Sim, tudo está bem em toda a criação. Sim, Eu Sou o que Eu Sou em amor por mim mesmo agora, bem agora, porque estou vivendo minha escolha. Estou vivendo a escolha da experiência.

Primeiramente, este é o maior lembrete que eu quero partilhar com você hoje. Eu escolho a experiência. Eu escolho esta experiência e agora lá vamos nós, mergulhar num nível ainda mais profundo. Eu escolho esta experiência e agora, bem aqui, com o conhecimento de que Eu Sou Deus também, que Eu Sou um criador da minha realidade, eu escolho esta experiência com facilidade, alegria e graça. Eu escolho isso com clareza e amor-próprio.

(pausa)


E posso ouvir as pessoas dizendo "por favor, diga abundância”. Não (Kuthumi ri). Não vamos estragar isso ainda. Eu escolho a experiência e eu escolho isso com alegria, facilidade e graça.

E essa escolha também será a chave de integração do seu corpo de luz, sobre o que falaremos mais tarde. Fiquemos com as escolhas por agora, mas eu apenas quis ancorar este ponto para todos vocês, porque nós trataremos dele mais tarde. Então, lembre-se disso.

Eu escolho a experiência. A maior escolha que você jamais fez, porque esta foi a escolha que trouxe você para dentro da sua soberania. Esta foi a escolha que trouxe você para a jornada, relembrando que vocês são Mestres.

Eu escolho a experiência. Eu escolho esta experiência agora. Eu escolho todas estas vidas com toda a variedade de experiências. Tudo escolha minha. Tudo escolha minha .

Então, sim, é divertido escolher um novo carro, mas não é maravilhoso que, quando você escolhe um carro ou escolhe algumas roupas novas ou escolhe um relacionamento, você volte e respire com esta escolha inicial? Eu escolho experiência. Eu escolho como eu tenho a experiência.

E o que você vai descobrir é que todas estas pequenas escolhas que está fazendo em direção ao fim desta conversa com suas escolhas, é que de repente não tem que investir muita energia em imaginar como elas serão, de onde elas virão, com o que se parecerão.

De fato, você não terá que investir na preocupação sobre como manifesta-las, porque, no coração disso, cada vez que você retorna para esta bela escolha primordial – eu escolho a experiência – isso traz energia através de cada respiração que você der. Isso trará esta energia para dentro da sua criatividade, em como você manifesta sua realidade.

Se você começa pela outra ponta, a energia não sabe onde ir. É como se eu pegasse você, o levasse para um beco e o colocasse no canto escuro, com sua face nesta parte escura e então dissesse: “continue andando”; você não teria para onde ir.

Mas, se eu levo você para um imenso e expansivo campo, onde há ar livre em todas as direções, onde você tem um belo e firme solo sob seus pés e digo “ande”, você dirá "para onde?” e eu direi “para onde você escolher. Para onde você escolher ”.

Comece nesse grande lugar de sua escolha primordial de experiência. Não caia no canto escuro do beco (Kuthumi ri). Deixe a energia, da sua escolha primordial fluir com você da sua escolha primordial.

Veja, a coisa maravilhosa, é também nos tornarmos muito confusos sobre a diferença entre escolha e decisão. É como separar as palavras “escolha” e “decisão,” porque decisões são tipo: eu quero comer frango ou bife no jantar? (Kuthumi ri), Isto é uma decisão, porque é como um pequeno tipo de coisa humana. Eu quero soda? Eu quero água? Eu quero uma maçã? Eu quero uma banana? Estas são decisões.

Mas, uma escolha é: o que eu quero comer agora para realmente nutrir e apoiar meu corpo? Energia muito diferente. Energia muito diferente. Decisões são muito próximas. Eles tendem a ser preto ou branco e algumas vezes são bastante dualísticas. Sim ou não.

A escolha vem de seu espaço de sentimento. Escolha vem de sua escolha primordial – eu escolhi a experiência e vou escolher como terei a experiência. Então, meu querido corpo, do que você gostaria hoje que irá refletir a escolha primordial de ter a mais maravilhosa experiência de alegria aqui na Terra nesta vida, neste corpo?

E algumas vezes as respostas podem surpreender você. Algumas vezes pode ser chocolate coberto de alcaçuz (Kuthumi ri). Outras, pode ser comer montes de vegetais. A escolha primordial... e, deixe a energia fluir através de você. É como ficar em pé num campo com todo potencial, com toda possibilidade esperando-a vir até você, cada escolha que vocês estão fazendo agora na sua vida.

Eu não estou dizendo que seja errado dizer “eu escolho um carro novo. Eu escolho uma casa nova. Eu escolho viajar”. Todas estas coisas são partes surpreendentes de mergulhar na experiência humana. Tudo bem ter estas pequenas escolhas humanas. Elas são parte daquilo com que você se envolve na vida. Elas são parte daquilo que você assume na sua experiência.

Mas, lembre-se da diferença entre escolha e decisão.

E a coisa maravilhosa é que quanto mais você permanece na energia de escolha e neste belo espaço de sentimento, menos decisões você precisa tomar, porque elas já estão sendo escolhidas do jeito anterior a este ponto do querer a maçã ou a banana. Você apenas sabe.

Adamus disse, na semana passada, que iluminação não é esta riqueza de conhecimento que você precisa reunir e pode se agrupar e armazenar dentro de você. É este saber no momento, este absoluto saber no momento, esta absoluta confiança no saber no momento. “Sim! Isto é que o que vai me apoiar agora. Sim, este é o carro que eu preciso, porque isto vai me trazer ainda mais alegria e magia na minha vida”. Ahh!

Assim, bem menos agonia mental. E sua mente vai apreciar um pouco de descanso, porque então será liberada para realmente trabalhar com você quando fizer suas escolhas.

Veja, a coisa é que você não tem que forçar completamente num jeito específico quando for através do estado de sentimento e escolha, porque sua mente é maravilhosa. Sua mente irá ajudá-lo a acessar a internet e procurar por coisas. Sua mente vai ajudá-lo a lembrar como dirigir o carro para comprar as coisas que você quer. Mas tudo vem dentro desta harmonia, deste maravilhoso Corpo de Consciência.

Mas, respire comigo uma vez mais. Voltemos à escolha primordial. Esta escolha primordial em que eu escolho a experiência. Escolho mergulhar na experiência, para saber tudo isso, Tudo o que Eu Sou.

E a energia maravilhosa que virá na sua vida, virá do jeito que você deve criar sua vida; as escolhas e decisões que foram feitas ao longo do caminho, a dinâmica de todas elas mudarão completamente. Completamente.

Eu sei, que há muitos de vocês escutando agora, que dizem, "Eu sei disso! Eu tenho feito isso. Estou vendo isto acontecer ! Eu sinto isso!” Sim. É isso. É isso. Exatamente. Agora é o tempo de dizer “eu quero mais”.

Assim, quando eu faço estas coisas e levo você de volta às ideias, conceitos, hummmm – você pode usar a palavra prática – não é porque você esqueceu. Não é porque vocês estão fazendo isso errado e precisam ser lembrados de como fazer isso certo. É apenas uma pequena e maravilhosa atualização, para que, então, tenham uma conexão atualizada. Assim você expande a conexão que já tem. E então, mergulha nisso mais profundamente. É a espiral.

Eu Sou o que Eu Sou aqui, agora, em muito amor por mim mesmo e, a cada dia que eu acordo, lembro-me que a cada respiração que eu faça, digo isso novamente para mim mesmo, mais uma vez é um convite a mais. Isso convida mais de mim. Mais saber, mais amor. E todo tempo eu digo “Sim, eu sou digno de mais”. O tempo todo eu digo “eu posso assumir mais; eu sou forte o suficiente; eu sou bravo o suficiente; eu sou sábio o suficiente”, oh deus. Os potenciais vêm correndo para ter ainda mais experiências com você.

Eu escolho a experiência. A escolha primordial.
Eu escolho ir nessa maravilhosa dimensão de ser humano. A escolha primordial. Ahh!

Mais umas respirações com isso. 
Mais um pouco de respiração com isso.

E agradeço à você por ter escolhido estar comigo hoje, para ouvir estas palavras maravilhosas que ... ahhh!

Muito obrigado.

Meu caro Mestre Joep, que sustenta tanta energia para muitos de nós, já podemos mergulhar em algumas perguntas.

JOEP: Com certeza. Perguntas. Perguntas.

E aqui está a chamada de área código 727. Você está no ar agora.

CARLA : Obrigada. Oi Kuthumi.

KUTHUMI: Alô. Qual seu nome?

CARLA: Carla.

KUTHUMI: Carla.

CARLA: Sim.

KUTHUMI: Sim, qual é a sua pergunta? Sobre o que você gostaria de falar?

CARLA: Eu gostaria de falar sobre alguns sonhos que eu tive mais cedo. E são um pouco - estamos sendo uma base aqui, falando isso no rádio. Parecem sonhos que são muito reais e são sobre ter experiências sexuais (Kuthumi ri). Por isso, parecem tão reais, que quando acordo de um sonho assim, eu me sinto como numa experiência fora do corpo. Realmente não me sinto como num sonho, mas como em algo mais real do que qualquer coisa.

KUTHUMI: Não, não. Os sonhos parecem assim para muitos de vocês, no momento, porque estão - no estado de sonho – e é realmente apenas outra dimensão para ir e tomar lugar. Tudo certo. Assim, um monte de gente quando acorda não lembra dos sonhos, porque é tipo – está tão fora, numa outra dimensão que não tem relação com o que você é agora.

Mas, no momento em que a outra energia esteja com você, funcionando muito bem, é como se voltasse numa dimensão onde se pode, ooh, como posso explicar isso? É como se ocupasse uma dimensão onde você também pode se livrar de algumas energias em excesso. Então – há uma grande quantidade de energia mental e energia sexual que você não está necessariamente usando ou expressando nesta dimensão humana de vigília. Assim, você está simplesmente limpando isso durante a noite e é por isso que sente de forma tão real. Você tem uma ponte muito forte no momento entre as duas dimensões.

Então aqui está a coisa maravilhosa. É uma espécie de, bem, à noite eu tenho que ir e fazer as coisas que a minha realidade humana no momento não está muito me deixando fazer. Portanto não se preocupe com isso. Apenas vá “bem, você sabe, ok. Tudo bem”. Você sabe, você realmente quer dar uma olhada nisso no momento. A perspectiva que eu gostaria de convida-la a ter é, 'eu estou limpando o excesso de energia'.

E a razão de estar se lembrando quando acorda, bem, é tipo meio que, para realmente tenha essa consciência de que isso é o que você está fazendo. Então é tipo - não se preocupe, com o quanto embaraçada você fica sobre isso; não fique preocupada ou constrangida, pois, na verdade, estes sonhos, por mais estranhos que sejam, como você sabe, sonhos nem sempre refletem diretamente o excesso de energia que você está limpando. Essa é apenas uma possível maneira para deixar ir a energia.

Assim, o que você deveria fazer na parte da manhã é, em vez de acordar e dizer “nossa, isso foi estranho” e “por que foi tão sexual de novo?”, simplesmente respire com isso e diga: “Oh, bem, isso foi interessante”. Respire com isso, porque é só para se sentar e respirar, pois isso é apenas uma espécie de reflexão sobre o que se passou. Não é para analisar. Apenas respire com isso.

Quase como se você estivesse assistindo a um filme e estivesse se divertindo. Essa é a maneira que eu faria. Respirar e somente permitir: “Ok, então vi e eu fiz isso e foi, tipo divertido e talvez eu tenha que tentar isso na realidade”. Mas é como se respirasse com isso e deixasse ir: “Ok”.

Porque quando você respira, o que vai acontecer é apenas deixar ir este resto de energia, limpando-a. É como quando se varre o chão, se você deixa a pilha de poeira no meio da sala, tudo bem. Então respira e apenas se diverte com isso e de manhã pega a pá de lixo e joga fora. Ok.

CARLA: Sim. Isso foi muito útil. Muito obrigada.

KUTHUMI: Tudo bem. O prazer é meu. Divirta-se com isso.

CARLA: Ok (eles riem). Obrigada.

KUTHUMI: E também, é que você realmente tem que – Eu realmente quero reconhecer que você criou uma forma muito divertida e segura para limpar essa energia, porque um monte de gente iria fazê-lo dentro de sua realidade atual e que não seria uma forma segura, ou uma forma em que a energia pudesse apenas fluir facilmente, porque as pessoas fariam isso para ficar doentes ou criar alguma perturbação no seu fluxo de energia.

Assim, limpe essa energia em seus sonhos - Eu realmente tenho que elogiá-la por sua criatividade. É bem feita.

CARLA: Obrigada, Kuthumi. Obrigada.

KUTHUMI: Obrigado. Sim, sonhos são muito divertidos. Eles são muito divertidos porque você está fora, brincando em outras dimensões e é por isso que esses enredos podem ser tão loucos e também porque ocorrem tipo pequenas aberturas de passagem, a partir de outras experiências e outras vidas, o que é meio divertido.

E é aí quando os sonhos se tornam realmente confusos. E se você ama isso, uma maneira maravilhosa de compreender são as "Sete Sobrealmas" ("Seven OverSoul"), livro de Jane Roberts. Ela fez esta coisa fantástica, onde explica as aberturas nos sonhos e como podemos usar nosso estado de sonho para algo que desperte nossas memórias ou para limpar energias e, algumas vezes, essas aberturas penetram umas nas outras, o que pode ser bastante divertido para a sobrealma, mas não necessariamente para quem está tendo a experiência. Então, esta é uma outra maneira de encarar isso. Mas, obrigado.

Você tem outras perguntas sobre escolhas, Joep? Alguém mais fez perguntas sobre isso, ou estamos terminados e prontos para passar para o corpo de luz?

JOEP: Não, realmente não há perguntas sobre escolhas. Há uma pergunta meio que se encaixa com esta sobre o sonho, que nós podíamos ouvir e depois seguir adiante.

KUTHUMI: Perfeitamente.

JOEP: E é uma pergunta de P.

PERGUNTA: Oi Kuthumi. Você pode comentar sobre o “espaço seguro”? Há alguns shouds, foi dito que nós estaríamos em nosso espaço seguro apenas em nós mesmos … e o conceito de “espaço seguro” parece que não se aplica a mais nada ... Você pode me dar alguma clareza? Obrigada e amor! P.

JOEP: E ele não estava seguro se isso era para parecer irônico ou não.

KUTHUMI: O espaço seguro não se aplica mais? Na verdade, eu não me lembro do que foi dito. Joep, você pode pedir por mais clareza? Você se lembra o que foi dito para confirmar isso?

JOEP: Não. Não me lembro disso. Mas a minha memória …

KUTHUMI: Deixe-me seguir na energia no espaço seguro. Eu não vou confirmar ou refutar o que foi que você sentiu sobre o que realmente foi dito no shoud, porque penso que pode ser um pouco de interpretação sua. Mas, vou falar sobre minha energia de espaço seguro e o que eu acredito que isso significa na Nova Energia, que é como e onde a consciência está agora.

Espaço seguro foi um termo maravilhoso, criado há muitos anos e foi este belo conceito que sempre esteve tudo bem. Porque por muito tempo, na Velha Energia, havia sempre a ameaça de que estivéssemos vulneráveis, que estivéssemos abertos a ataques psíquicos, que as pessoas pudessem afetar a nossa, você sabe, nossa – até mesmo nossa energia de base, nossa alma. Não era seguro aqui nesta experiência.

Esta é uma energia que remonta há eras de tempo. Ela vai até – oh, como eu detesto dizer esta palavra, mas Atlântida, ok, onde tudo foi tão violentado, onde nós não estávamos seguros por abrimos tanto nossas energias, permitindo que elas fossem manipuladas. Porque isso é o que nós pensávamos que fosse seguro – estar apto a ser manipulado numa concordância, apto a ser manipulado numa base de energia na qual nós nos trancamos, de modo que nossa experiência fosse uniforme.

Levou um longo tempo para voltarmos ao espaço onde nós sabemos que a experiência não é uniforme. Eu escolho experimentar. Não há contrato, conceito ou acordo de como esta experiência é. Eu Sou livre para ter minha experiência. E por muito tempo nós fomos ensinados que, bem, a escolha desta experiência pode nos levar à morte, à tortura, à segregação e à rejeição. E nós sempre fomos muito intimidados por estas coisas.

E então, a nova consciência despertou. Eu Sou Deus Também. Eu escolho a experiência. Posso deixar ir a dualidade. E no minuto em que você diz “eu posso sair fora da dualidade; eu posso sair da consciência de massa” você está seguro. Você está seguro. Nada pode afetar sua energia, porque no minuto que você é Deus Também e que cria sua experiência e realidade, bem, então você cria o deixar alguém afetar você. Você cria a habilidade de ser manipulado. Você cria a habilidade de ser abusado.

Eu Sou Deus Também. Eu crio cada momento da minha vida. Eu estou seguro porque escolhi segurança. Não preciso colocar uma luz branca em torno de mim para desviar a energia dos outros, porque quando eu fico na minha majestade e soberania, ninguém pode me afetar, a não ser que eu escolha.

Mas, quando você escolhe que é um mestre, sabendo que você é Deus Também, Eu Sou o que Eu Sou aqui, agora, em muito amor por si mesmo, bem, então ninguém vai querer mexer com isso (Kuthumi ri).

Há muita brincadeira divertida de vítima e isso nos serviu por eons de tempo. Mas sei que estão todos sendo vítimas. Vocês não são marionetes do destino ou da fatalidade. Você não está aqui por capricho de outro. Eu Sou o que Eu Sou.

Eu Sou Deus Também e este é o espaço seguro. Eu assumo responsabilidade por cada momento de minha vida e se faço isso com o conhecimento de que Eu Sou Deus Também, então nada pode afetar minha experiência, a não ser aquilo que eu escolhi, em última instância. Obrigado.

JOEP: Obrigada Kuthumi. Está bem claro, eu posso dizer.

KUTHUMI: Sim. É muito tentador tornar estas coisas mais complexas. Mas, saiba, sempre que se retorna ao Eu Sou Deus Também, eu escolho a experiência, quando você retorna a esta simplicidade, isso libera um monte de energia para apenas ter a experiência, ao invés de tentar entender o que a experiência é. 

Se há algo que eu adoraria que vocês lembrassem hoje é voltar para a simplicidade. Se você está confuso sobre um conceito, processo ou algo que alguém lhe disse, apenas retorne ao Eu Sou Deus também. Eu escolho a experiência. E se puder realmente respirar com isso, as perguntas irão desaparecer.

Dito isso, vamos para mais perguntas.

JOEP: Bem, por alguma razão não há muitas hoje. Então, acredito que seja um bom momento para nos movermos para a discussão do corpo de luz.

KUTHUMI: Fantástico.

JOEP: Assim, se você quiser começar.

KUTHUMI: Excelente. Eu acho que somos todos – nós somos. Eu não acho que, de fato, não estamos num espaço de perguntas hoje. Nós estamos num estado de experiência, que é maravilhoso.

Realmente falei mais do que comumente eu falo, o que é uma espécie de coisa boa, porque, você sabe, não tivemos que preencher com perguntas. E acho que é onde estamos agora, especialmente com o interesse na integração de nosso corpo de luz. Nós sabemos que não se trata mais de perguntas. Integração do corpo de luz é sobre a experiência.

Estamos voltando para isso de novo, não estamos? Eu escolho a experiência. E nós sabemos que de fato, não posso responder muitas perguntas sobre integração do corpo de luz. Não há questões a serem feitas, porque não há respostas.

É sobre experiência. É a mesma coisa que apenas dizer que você é Deus Também, ou seja, convidando você para a experiência de sua conexão de alma.

Então, façamos algumas coisas agora. Vamos sentir um pouco e chamarei isso de exercícios. Vamos chamar de experiências. Eu amo que Adamus chame isso de merabhs. Não sei se terei de tomar emprestadas suas palavras, mas nós vamos partir para uma experiência. Nós vamos ter uma experiência com nossos corpos num convite para maior integração do corpo de luz.

Fiz esta experiência há uma ou duas semanas atrás com algumas pessoas e tenho que lhes agradecer por serem bravos o bastante por me servirem de cobaias. Mas, penetremos fundo em nossos corpos.

Primeiramente convidamos vocês a respirar com o Eu Sou Deus Também, pedindo que vá através de sua respiração. Sua respiração leva-o para dentro do seu corpo. Isso aterra você. Mas, mais que isso, leva-o até essas belas energias interiores, estas energias de sabedoria, de toda a experiência que você teve. Todas as experiências que teve, todas as memórias, até estar apenas esperando despertar. Sinta isso gentilmente, o rimo dentro e fora. O ritmo do Eu Sou.

Eu respiro e Eu Sou. 
Eu respiro e eu amo a mim mesmo. 
Eu respiro e sei que há muito mais para mim do que apenas o humano.

Vocês todos foram tão hábeis e em sintonia com essa bela e energética conexão de alma, com esse belo conhecimento etéreo, esta bela compreensão ilimitada que agora abraça a aceitação de tudo o que você é. Você ainda está trabalhando na confiança. Isto é ... bem ... É um monte de programação para ser superada (Kuthumi ri).

Mas respire e saiba que você é muito mais. Muito mais.

E tudo isso fala sobre o corpo de luz e a integração do corpo de luz. Estou tão excitado por vocês todos, porque agora é o grande momento. Isto é como sair do ensaio geral e ir em direção ao palco. Estou pronto para abraçar esta experiência de vida, aqui, na Terra, neste corpo físico.

Eu abri minha consciência.
Sei quem Eu Sou, mas por muito tempo este corpo físico esteve me segurando.

E ele tem estado lhe segurando por causa do projeto que você quis que ele tivesse. Esteve segurando porque não tinha o espaço para chegar aqui com a compreensão do que isso era para você.

Você colocou muito tempo e energia dentro de sua bela conexão de alma, para realmente abraçar as energias da sua criatividade sem limites e agora você está pronto para colocá-la num encaixe. Agora, nós estamos realmente prontos para redefinir, de fato, nosso relacionamento com nossos corpos.

Você redefiniu o relacionamento com a alma. Ninguém antes de você viveu sua vida com esta conexão de alma do modo que tem. Agora é tempo de fazer isso com seu corpo. Você está fazendo isso ainda melhor do que eu ou Adamus. Isso é uma declaração, porque vou ter que explicar-lhe até mesmo por que eu disse isso. Mas vocês estão, vocês estão fazendo isso, porque o farão enquanto permanecem aqui nesta realidade.

Sim, Adamus e eu também fizemos isso, mas nós flutuávamos para dentro e para fora. E vou ser bastante honesto e dizer que vocês estão fazendo isso muito melhor do que eu fiz. Um tipo de tentação para que eu volte por mais um pouco, mas não vou fazê-lo.

É tempo de restabelecer um novo relacionamento com seu corpo. Então, antes de qualquer coisa, quero que você dê uma olhada – e isso vai tomar um pouco de tempo. Isso não vai acontecer aqui nestes poucos minutos que temos nesta apresentação radiofônica, mas realmente, na próxima, podemos dizer, na próxima semana do seu tempo. Pode demorar um pouco mais para alguns de vocês. Realmente dê uma olhada nas crenças que tem sobre seu corpo.

E, à medida que você começar a olhar para ele, estará descobrindo que é incrível a quantidade de crenças que existem. Quando vê as crenças médicas, as crenças de idade, as crenças sobre reprodução, as crenças sobre digestão, as crenças respiratórias. Isso vai mais fundo e mais fundo, camada e camada em cima de camada.

Vocês estão retirando as camadas de suas crenças espirituais, suas crenças mentais, suas crenças de alma. Posso sentir todos vocês entrando na mente e eu não quero você jogando consigo mesmo sobre quantas elas são, porque elas vão pipocar. E é apenas sobre dizer - obrigado. Está aqui. É algo que esteve me servindo.

Vocês não precisam fazer uma lista e não é sobre limpar isso. É apenas sobre estar consciente das que estão aí, porque quando se está consciente de uma crença, então você a torna realidade. Suas crenças criam a sua realidade e suas crenças criaram realidades para confirmar a si mesmas.

Assim, esteja ciente de que uma crença não é um processo mental. É simplesmente a consciência a dizer "eis aqui um potencial de realidade que se reflete de volta para mim”.

Mas, sabe de uma coisa? Estou adicionando minha escolha primordial. Eu escolho a experiência. E não apenas isso, eu chego a escolher como tenho esta experiência. Sim.

Então, obrigada crença, você me serviu muito bem. Você serviu meus pais e os pais deles e os pais deles e os pais deles, porque muitas destas crenças foram codificadas – as crenças do físico. E agora convido você a vir comigo enquanto vamos ao âmago do seu corpo.

Vamos nos divertir um pouco hoje, trabalhando na limpeza destas crenças ancestrais, chame você isso de carma ou pelo nome científico de DNA. Vamos respirar e ir fundo em seus corpos … sentindo o ritmo de sua respiração.

(pausa)

A pulsação em suas veias e artérias … 

(pausa)

Sentindo as milhões sobre milhões de células que estão interagindo juntas, todas para criar esta forma física que você tem, para estar aqui e se conectar com a realidade 3D.

(pausa)

E assim, seguindo em cada célula. Cada célula, um pequeno universo de si mesma, com todos estes outros pequenos componentes e com suas mitocôndrias e todas essas coisas que o conjunto de experiências e conhecimentos científicos de Marisa, que está agora deixando ela se lembrar. (Kuthumi ri).

Se nunca estudou biologia, veja – você tem essa coisa maravilhosa chamada internet. Vá e olhe através de uma célula. Vai ficar surpreso. É todo um pequeno universo interagindo consigo mesmo para sua própria finalidade, para sua própria existência e ainda milhões e milhões delas existem através de seu corpo em coordenação uma com a outra para criar este corpo físico que caminha e interage com a realidade. Isso vai explodir sua mente (Kuthumi ri).

Então, fotografe isso agora. Milhões e milhões de pequenos universos tão complexos e surpreendentes quanto o universo em volta de você, todas interagindo umas com as outras. E, no coração de cada célula, esta fabulosa espiral do DNA. Uma pequena escada espiralada trazendo tanta informação.

E é isso que eu quero que você se lembre. Esta é a chave desta pequena transformação. É apenas informação. É como uma biblioteca repleta de livros. Um livro diz a cor que seus olhos terão. Outro livro a cor de seus cabelos. Outro a sua altura. Outro livro a forma do seu fígado. Informação sobre informação. Este livro diz para quais doenças você pode estar predisposto. Livros que trazem os padrões de seus ancestrais.

Então, agora imagine que você possa caminhar através desta biblioteca, subir esta escada, os livros todos alinhados com todas as suas informações prontas para projetar seu corpo e você pode abrir um desses livros e dizer “eu não preciso mais deste" e o joga longe.

Estes livros que contêm toda a informação de seus ancestrais - não são mais necessários. Os livros que o prendem nas crenças da medicina moderna. Não precisa mais deles. Talvez pegue este que contém pesquisas para descobrir novas coisas (Kuthumi ri).

Mas, imagine isso arraigado em você. Estas finas bibliotecas, milhões sobre milhões delas e nós podemos fazer uma respiração e dizer “Eu conclui esses livros. Eu posso limpar todos e permanecer comigo, é o que eu escolho. O que eu escolho e como eu escolho, para apoiar minha escolha primordial. Eu escolho a experiência”.

Que maravilhosa conexão através de seu corpo, para saber que você escolhe a informação que irá se refletir no mundo lá fora. E que você não é um marionete do seu DNA.

O DNA está fortemente ligado ao conceito da Velha Energia, do destino e fatalidade. Cientistas crêem nisso e carregaram esta crença para o mundo. Eis sua maquiagem genética. Eis o que decide quem você é como é. Não. A única coisa para se escolher, é sua conexão de alma. A única coisa que pode escolher quem e como você é, é a sua consciência e o abraço do Eu Sou Deus Também.

Você pode escolher como seu DNA se expressa. Você pode escolher o que seu DNA é. Ele é seu. Não é um modelo que está escrito em pedra. O DNA é dinâmico, orgânico e livre.

Você escolhe. Você escolhe. 

(pausa).

Respire com isso um pouco mais. 

(pausa)

Profundamente através de você, milhões de milhões de pequenos universos todos coordenados juntos, todos coordenados juntos para criar sua realidade, sua realidade física e como você interage com sua experiência.

Mas eu me lembro de minha escolha primordial. Eu escolho a experiência. 
E através dessa declaração a cada célula de seu corpo, seu DNA redefine.

(pausa)

Sim, divirta-se. Imagine além, que rasga a biblioteca ou, apenas respire e escolha a experiência:eu grito para todas as células do meu corpo que venham e apóiem minha escolha. 

(pausa)

Por muito tempo me sentei à parte e deixei você me dizer como você é. Mas agora, juntos, nós escolhemos a experiência.

(pausa)

Você é a manifestação física da minha escolha primordial. Eu escolho a experiência. Você é meu veículo nesta realidade e agora, juntos, nós refletimos minha escolha primordial.

(pausa)

É um maravilhoso relacionamento para se restabelecer … para lembrarmos juntos a escolha, para lembrarmos juntos que é sobre a experiência.

(pausa)

E a liberdade que isso irá lhe conceder, que irá conceder ao seu corpo … para liberá-lo das crenças da medicina e da ciência, para liberá-lo das crenças de seu carma ancestral, para liberá-lo das crenças de que o DNA é um código fechado e não pode ser alterado.

Da mesma forma que você deu ao seu espírito tanta liberdade quando disse Eu Sou Deus Também. Eu não estou amarrado na consciência de massa. Eu não estou amarrado nas crenças de meus antepassados ou dos que virão. Sou livre para criar a vida que eu escolho e, meu querido corpo, você é livre para ser parte disso. Você é tão livre quanto meu espírito. Você é livre para se transformar. Você é livre para precisar de descanso. Você é livre para escolher os alimentos que irão apoiá-lo.

É assim que trazemos em nós nosso corpo de luz. 
É através da concessão dessa liberdade ao corpo físico.

Você integrou sua conexão de alma, dando a sua liberdade espiritual.
Integra seu corpo de luz, dando o seu corpo físico, a liberdade em todos os níveis.

E não é sobre ficar muito mental. Eu sei que levei você por alguns processos e conceitos e o levei a imaginar coisas. Mas no cerne disso, eu levei você através da experiência de saber que Eu Sou Deus Também. Eu escolho a experiência.

E toda vez que você respira e se conecta com seu corpo, todas as coisas maravilhosas, livremente o convidarão para livrá-lo das crenças, de algum código criado por alguns produtos químicos de uma determinada ordem.

Pense sobre isso. Nós conversamos esse assunto como uma biblioteca, mas só pense sobre isso. DNA é apenas um pequeno sistema de proteínas e produtos químicos que estão numa determinada ordem. Assim, não é tão fascinante que algumas pequenas moléculas, até mesmo alguns átomos, numa ordem específica e numa determinada ligação com o outros, de alguma forma, decida como o seu corpo se parece, que idade parece ter e até mesmo se é macho ou fêmea. E isso está além de você como um Deus para dirigir e colocar em experiência?

(pausa)

Eu Sou Deus Também. Cada molécula, cada átomo, cada partícula subatômica que está através de minha realidade é parte da minha criatividade sendo refletida de volta para mim.

Então, chamo agora estas partes dentro do meu corpo. Eu lhes dou a liberdade de ir e desfrutar a alegria de experiência. Eu defino a minha alma como livre. Eu liberto meu espírito. Agora eu defino também cada ínfima pequena parte de você livre.

Eu não vou prendê-lo no quê a ciência diz. Eu não vou prende-lo no que um médico me diz. Estou aqui para abraçar você com tanto amor e tanta honra, por fazer parte de minha decisão final de escolher a experiência. Eu liberto você para que agora possa conhecer a alegria em meu espírito e minha alma.

(pausa)

(Kuthumi suspira profundamente)

Falou-se tanto sobre liberdade nos últimos meses, neste último ano, dois anos.
O tempo voa, não é mesmo?

Conceda isso ao seu corpo agora. 

(pausa)

Honrem as mudanças e transformações que isso vai trazer. E da mesma forma que eu falei com a pessoa sobre o seu estado de sonho, sim, às vezes as coisas vão ser um pouco estranhas. Às vezes, as energias vão vir pular de um jeito que você não entende. Mas, imagine que você acabou de respirar com eles, de reconhecê-los e aceitá-los. Então, isso é como reunir o resto de poeira do seu chão e jogá-la no lixo.

É quando dá as boas-vindas a cada pedacinho que a liberdade volta. Eu preciso descansar hoje. Eu preciso de mais frutas. Eu como este açúcar (Kuthumi ri). Eu vou comer coisas quentes, mesmo que Mercúrio esteja retrógrado (ele ri novamente), porque Eu Sou Deus Também e declaro que estou no meu espaço seguro e sei que meu corpo faz parte disso tudo. Meu corpo não é mais este complemento para minha jornada espiritual, que me faz lembrar dos meus defeitos e minhas falhas. Agora, aqui, ele é parte de minha escolha final.

Eu escolho a experiência. Eu escolho a experiência com liberdade, graça e alegria onde até a última pequena molécula e partícula subatômica do meu corpo seja livre para entrar nessa.

Ahh! Mais algumas respirações profundas.
Mais algumas respirações profundas.

(pausa)

Vocês todos já fizeram um intenso trabalho nesta última semana. Eu sei que o meu querido amigo Adamus deu um fabuloso pontapé inicial.(*) Meu Deus, a que viagem maravilhosa ele os levou na semana passada e aqui estamos nós, apenas uma semana depois, indo novamente mais fundo.

(*) Refere-se à canalização de Adamus Saint-Germain "Descoberta 10" por Geoffrey Hoppe, a 14 de junho de 2014.

Como todos vocês são notáveis, tão dispostos a realizar rapidamente tudo isso.
Uma semana. Em uma semana vocês fizeram mais do que num século.

Eu confio em vocês. E aqui está a coisa. Às vezes, quando você vai numa montanha-russa muito rápida, os mergulhos e as subidas podem parecer um pouco vertiginosas. Você pode ficar um pouco desorientado. Tudo bem, porque você tem sua respiração. Você tem a sua sabedoria. Você tem, neste momento, o conhecimento e essa confiança. 

Sim, estou um pouco tonto hoje, mas sei exatamente o que fazer, porque coloquei meu corpo livre para ser parte da minha escolha final. E dentro desse conhecimento absoluto, eu vou sentir o que é perfeito para apoiá-lo.

Converse com seu corpo, mas acima de tudo ouça-o. 
Pergunte a ele o que ele precisa.

A maravilha é que quanto mais fizer isso, menos você terá que pedir. Você só vai saber. Você se sente. Você precisa de descanso. Você precisa de uma caminhada. Você sente que você quer fazer um exercício maior. Você vai sentir se quer doces, legumes, frutas ou algo salgado.

Há muito medo e conversa sobre produtos geneticamente modificados ou orgânicos. E é irônico, pois quanto mais você se ajusta para isso, dando liberdade ao corpo, ouvindo-o realmente e lembrando da sua escolha primordial de experiência, da liberdade, clareza, alegria e todas essas coisas bonitas, você não deseja mais tomar as decisões. Você será apenas atraído para o que é completamente favorável, mesmo sem ter que fazer a perguntas.

(pausa)

E lembre-se também da maioria dos dias em que talvez você tenha um pouco de corte, quando você perde a conexão, quando você se distrai, porque, ah, isso é parte do nosso projeto, não bata em si mesmo. Uh huh.

Então, se você come algo que realmente não esteja de acordo com você, ou talvez o deixe fora de seu corpo por um dia ou dois, não se trata de agredir a si mesmo. Trata-se de reconhecer que, bem, ahh, na verdade, estou ciente de que isso é o que fui e posso voltar para a minha respiração e minha escolha primordial, voltar para a minha relação com o meu corpo, regressar ao caminho certo, para essa conexão. E cada vez que me conecto à essa consciência, isso se expande tornando-se mais profundo, mais amoroso e mais surpreendente.

Às vezes, as pequenas distrações e desvios são realmente incríveis oportunidades para voltar maior e mais grandioso. Esse é o jeito que eu gosto de olhar para isso. Não são falhas ou fraquezas. Você tem que lembrar que ainda faz parte deste projeto humano fabuloso.

Você projetou ser um humano com distrações e desvios, porque, hum, bem, isso é parte da experiência. Então, por que bater em si mesmo, se escolheu a experiência? Você quer tudo isso. 

Trata-se de convidar mais e mais equilíbrio e liberdade. 
E quanto mais escolher esse equilíbrio e liberdade, menos distrações. 

Quanto mais rápido você se lembra que realmente se distraiu, mais faz a conexão maravilhosa a qual tem que retornar. Cada vez mais fundo, cada vez mais rica e com mais e mais liberdade, porque Eu Sou o que Eu Sou, aqui e agora, tão apaixonado por mim mesmo. Eu fiz a melhor escolha para me afastar da unidade, porque eu escolhi a experiência.

Eu escolho entrar na minha mestria, minha soberania e dentro de onde eu possa conceder, a cada minúscula fibra do meu ser, a liberdade completa e absoluta.

Estou livre de crenças e estruturas. Estou livre do projeto dos meus antepassados. Estou livre das dúvidas que me levam para longe do meu amor-próprio. Eu Sou livre para amar a mim mesmo tão abundantemente quanto eu puder e assim sempre será.

Eu Sou livre para saber que não sou uma vítima das circunstâncias ou do destino fatal. 
Até a última molécula e átomo do meu corpo esta é a minha escolha.

E eu posso cantar isso bem alto, todos os dias, com amor absoluto e dizer: "Nós escolhemos a experiência. Eu escolhi experiência". Agora vamos fazer isso com alegria e liberdade.

Uma grande e profunda respiração.

Cada respiração leva-me cada vez mais fundo no conhecimento, na escolha.
Eu escolho a experiência.

(pausa)

Eu escolho a experiência e cada escolha que faço cria a minha realidade.
Cria a minha realidade.

(pausa)

Mais algumas respirações.

(pausa)

(Kuthumi suspira profundamente)

Nós criamos um espaço de amor tão bonito aqui hoje. E a coisa maravilhosa é que você tenha permitido tudo isso. Não criei este espaço para você. Eu o criei com você, porque isso é o que todos vocês escolheram para hoje. É por isso que nós não temos grande quantidade de perguntas, porque eu sabia que todos queriam a experiência. Você queria ir para este espaço de sentimento.

Nós criamos o que gosto de chamar um outro pequeno ponto âncora, um lembrete, um outro lugar para você dizer: "Este é o lugar onde eu estou e quero continuar".

Foi mais uma oportunidade de mergulhar em nossa conexão de alma, de uma nova maneira. Para deixá-la expandir. Esta é a coisa maravilhosa sobre a integração e iluminação - minha integração e iluminação não são destinos finais. (Kuthumi ri) 

São realizações. É consciência. É aceitação e estas coisas não são interrompidas.
Elas evoluem e se expandem tanto quanto você quiser.

Sim, Eu Sou iluminado e cada vez que digo: "Sim, Eu Sou Iluminado" eu cresço nesta iluminação. Eu cresço na minha conexão alma. Eu cresço na minha consciência. Eu cresço no meu amor-próprio.

Assim, também, é a integração com o seu corpo de luz. O seu corpo de luz está integrado. Se você está ouvindo isso hoje, ele está integrado, porque no minuto em que você está ciente de que você tem um corpo de luz, está lá com você.

Agora aqui é a parte divertida. Agora você começa a mergulhar cada vez mais fundo. Isso é o que fizemos hoje. Adamus começou com você na semana passada(*). Se esta é sua primeira experiência, então eu realmente tiro o chapéu para você.

(*) Nota Stela - Para quem nao assistiu, recomento o vídeo: Merabh da Biologia

Mas todos vocês se sintonizaram hoje dizendo: "Sim, eu quero mais dessa integração de luz, ir mais fundo”. Se você disser isso de novo, você vai mais fundo. Não vai sentir a mesma coisa sobre isso, porque estará numa nova energia. Toda vez que você entrar em sintonia com essa integração de luz, ela vai crescer. Nem sempre vai sentir o mesmo. Alguns dias, vai senti-la de forma não tão intensa.

Está muito intenso hoje, porque estamos reunidos em grupo. Ao fazê-lo consigo mesmo, pode sentir diferente. Você terá diferentes revelações. Terá diferentes percepções, porque estará fazendo isso com a sua energia soberana pura.

É maravilhoso estar num grupo como este. Isso empurra a energia um pouco mais rapidamente, porque há muitas camadas para o que estamos respirando e trabalhando e também estou recebendo todas as suas informações, expandindo para coisas diferentes.

Assim, não fique frustrado se em alguns dias sentir isso diferente. Não fique frustrado se em algumas semanas sentir como se nada mudasse. Acima de tudo, não se sinta frustrado ou isso pode tirar o seu amor-próprio, se você cair no que chama de doença, enfermidade ou deficiência.

Lembre-se, confiar que o reflexo para fora da sua realidade nem sempre é o reflexo perfeito do que está acontecendo lá dentro. Volte ao seu auto amor e à escolha primordial, porque essas coisas também passarão.

Quando escolhi a minha iluminação e amei muito o meu corpo, eu sabia que mesmo meu corpo estando livre de todas as crenças e estruturas que a sociedade tinha definido sobre ele, eu realmente ainda tinha dias de doença.

Acho que já disse à alguns de vocês a história de quando eu estava viajando na Índia e comi algo que não se ajustava muito bem comigo. Passei três dias no chão do banheiro do meu quarto de hotel vomitando e fazendo outras coisas também. E no começo eu gritei para a minha alma "Por quê?! O que eu fiz de errado?” E a minha alma, com sua compaixão e amor absoluto disse: "Não há nada de errado. Tudo é perfeito.” 

E eu voltei para o meu amor-próprio e respirei, percebendo que meu corpo estava fazendo exatamente o que ele precisava. Eu estava distraído e comi algo não muito bom. Mas meu corpo sabia perfeitamente o que estava fazendo para expulsar isso e voltar ao equilíbrio.

E enquanto ele não se sentia perfeito no momento, confiei completamente. Sempre confiei no que estava fazendo, porque eu sabia que tinha feito a escolha primordial da experiência e, como parte disso, eu tinha aceitado o meu corpo, sua alegria e amor, sabendo que ele sabia exatamente o que fazer para estar em equilíbrio com minhas escolhas.

E assim eu descansei. Eu descansei. Não comi, porque escutei meu corpo. Eu sabia que só precisava de muita água para limpar, não apenas as toxinas que estavam no meu sistema, mas a água mantinha para mim, a energia em movimento. Mantinha a energia movendo-se para o meu corpo. E cada vez que eu pegava um copo de água, eu também sabia que estava fazendo isso com muito amor para o com meu corpo, para honrá-lo e respeitá-lo.

E nesses três dias, por realmente confiar e amar o meu corpo, a minha integração com o meu corpo de luz cresceu ainda mais.

(pausa)

Saber que a cada momento de cada dia, não importa o tamanho do meu corpo, não importa como ele se sente, que ele é perfeito e maravilhoso refletindo verdadeiramente as minhas escolhas.

(pausa)

E então, se eu senti-lo fora de equilíbrio, posso simplesmente respirar e saber o que fazer para apoiá-lo para que volte ao equilíbrio.

É uma dinâmica fabulosa que está sempre mudando, porque você está mudando. Tanto como qualquer relacionamento dentro de sua vida, quando você observa de vez em quando. Se um parceiro está se sentindo um pouco distante, é o momento de colocar sua mão nele e dizer: "Você precisa falar?" (Kuthumi ri). E é quando você pode ir comprar algumas flores ou dar-lhe um pouco de espaço. Ok.

Este é um relacionamento contínuo e, como qualquer relacionamento - eu vou usar a palavra manutenção, pois pode precisar de alguma manutenção. Mas é a manutenção que alguns gostariam, com honra e respeito, porque você quer nutrir, apoiar e honrar.

Então, que tal eu convidá-los para na próxima semana tratarem seu corpo. Leve-o para fora um dia. Compre algumas roupas novas. Compre algumas flores, algum alimento saboroso que você realmente gostaria, mas talvez a sua mente esteja dizendo que você não pode pagar ou você deve economizar para uma ocasião especial.

Faça uma coisa esta semana que absolutamente trate seu corpo da maneira que você gostaria que um belo amante o tratasse. Seja isso para o seu corpo. Seja a bela amante para o seu corpo, seja comprando algumas coisas bonitas, oh meu Deus, algumas loções ou cremes, que, como foi dito, não, você não precisa.

Ei, você sabe de uma coisa? Essas coisas são lindas. Elas fazem o seu corpo ter um cheiro agradável. Elas são um agrado. Fazem com que se sintam lindos. Use essas coisas para uma bela experiência sensual. Não para corrigir-se e não tire poder disso, mas imagine que você use essas coisas apenas para uma experiência sensual encantadora. Um belo banho quente com alguns belos sabonetes e bolhas, alguma música bonita tocando e velas. Tudo o que você sentir será um prazer.

Vá, suba até o topo de uma montanha e veja o pôr do sol. O que você acha que seria experimentar uma satisfação fabulosa para o seu belo corpo e esses sentidos surpreendentes que ele tem e que se conectam com você?

(pausa)

Faça algo maravilhosamente generoso esta semana e faça isso de qualquer maneira que você sinta que queira fazer.

(pausa)

Livremente com tudo o que for prazeroso, sensual ou maravilhoso. Faça-o com os seus sentidos. Seus sentidos - eles são uma ponte entre o seu corpo fabuloso e a realidade e também são uma ótima maneira de realmente abraçar a sua integração de luz.

Da mesma forma que a sua respiração é esta ponte maravilhosa entre sua alma e você aqui e agora. Os sentidos são isso para o seu corpo de luz e quanto mais você os usa juntamente com sua respiração, todos estes seus elementos maravilhosos se misturam num só, sendo aquele lindo Corpo de Consciência com o qual todos nós estamos brincando e expandindo a cada dia.

Tenha um magnífico, maravilhoso tratamento esta semana.

Mais algumas respirações.

(pausa)

Não vamos receber mais perguntas, porque quero deixá-los neste espaço lindo. E vou realmente dar o meu adeus, porque desejo sair com esta lembrança, esta bela e alegre lembrança.

Eu Sou o que Eu Sou, aqui e agora, tão apaixonado por mim mesmo. Isto é tão bom quanto parece, porque eu escolhi a experiência. Lembro-me da minha escolha primordial, quando eu deixei a unidade. Escolhi a experiência e aqui estou eu, aqui e agora vivendo e respirando e começo a escolher de que jeito eu quero fazer isso.

Namastê...

Namastê

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/06/kuthumi-escolhas-e-experiencias-de.html
Esta canalização foi originalmente transmitida na www.awakeningzone.com
Para ouvir o áudio completo do show, por favor, acesse http://www.awakeningzone.com/Episode.aspx?EpisodeID=3143
Marisa e Kuthumi ficam satisfeitos que esta canalização seja traduzida e compartilhada, sem que haja nenhuma cobrança em dinheiro ou taxas por isso e que sejam dados todos os créditos de sua fonte. © Marisa Calvi 2014

LUZ!