Formas-pensamento

06/09/2011 20:42

 

 
Bookmark and Share 

Formas-pensamento e os decretos

por Ana Nardini - nardini.ana@gmail.com

Formas-pensamento são criações mentais constituídas por fluídos ou material astral, podem ser positivas ou negativas tudo depende de sua origem, isto é, de como foram geradas. 

Elas são criadas com a ação de dois chakras, um deles é o sexto, pois é o chakra responsável pela criação de pensamentos e imagens, o outro chakra vai depender do tipo de pensamento que se tem, como por exemplo, se esse pensamento é relacionado a algum medo pode entrar em ação o segundo ou primeiro chakra, se o pensamento for o amor dos Mestres pela humanidade, vai estar atuando o chakra do coração. 

Por isso, as formas-pensamento podem ser positivas ou negativas, tudo depende das criações iniciais, se foram alinhadas ou distorcidas. 

Depois que uma forma pensamento é criada ela funciona como um imã, atraindo a si, tudo o que pode nutri-la, tudo o que está diretamente ligado a ela. 

Pensamentos positivos e harmoniosos gerarão formas pensamentos com a mesma energia, que fluirá leve sem causar danos à aura, mas pensamentos negativos e emoções negativas repetitivas vão se acumulando, tornando-se sempre mais pesados até atingirem a aura. Isso pode levar anos. 

A função da aura é proteger o corpo físico e quando esta é atingida fica difícil evitar que a forma pensamento se materialize. 

Como dito anteriormente, a formapensamento vai agir como um imã atraindo tudo que estiver na mesma vibração. Quando acontece a ruptura da aura e a forma pensamento se materializa temos o início de uma doença no corpo físico. Estudiosos afirmam que não existe nem mesmo um pequeno acidente que não tenha sua origem numa forma pensamento por menor que esta seja. 

Mas nós não somos estas formas pensamentos e podemos transmutá-las após reconhecê-las. 

A doença é um sinal de alerta de que nossos corpos não estão alinhados. 

Reconhecer que temos pensamentos e emoções repetitivas, que somos viciados em certas emoções negativas e temos reações automáticas é o início da libertação. 

A cura de nossos males físicos, mentais e espirituais vem com o alinhamento de nossos corpos sutis. 

A energia quando flui traz serenidade, criatividade, paz, comunicação, vontade, auto-estima, tudo de bom que temos dentro de nós para manifestarmos nossa missão no aqui e agora. 

Eu gosto de usar a meditação e os decretos da chama violeta para a limpeza de meus pensamentos e emoções. 

Decretar é usar o poder da palavra falada, que é a autoridade do processo criador, nos explica Elizabeth C. Prophet, em seu livro "A Ciência da Palavra Falada". 

Como decretar: 

  • Sente-se com a coluna ereta e não cruze as pernas;
  • Mantenha sua atenção no seu coração;
  • Os decretos devem ser feitos em voz alta;
  • Visualize as palavras que está pronunciando (Chama Violeta, Chama Trina, tubo de luz, etc);
  • Mantenha sempre o ritmo constante.
Decreto do Tubo de Luz:

Amada Presença do EU SOU, tão deslumbrante, 

Sela-me no teu Tudo de Luz 

Da chama dos Mestres Ascensos, 

Agora invocada em nome de Deus 

Que ela mantenha o meu templo livre 

De toda discórdia que me é enviada. 

Eu invoco agora o Fogo Violeta 

Para que consuma e transmute qualquer mau desejo,  

E se mantenha em nome da Liberdade 
 
Até que Eu seja um com a Chama Violeta.

Bibliografia: Forme Pensieri - Anne Givaudan 
Texto revisado



por Ana Nardini - nardini.ana@gmail.com   
Ana Nardini Natal - RN Tel.: 84-87213146 nardini.ana@gmail.com
Lido 551 vezes, 14 votos positivos e 0 votos negativos.   
E-mail: nardini.ana@gmail.com
Visite o Site do autor