O NASCIMENTO DE UMA NOVA CRIAÇÃO

27/08/2013 21:51
 


26 de Agosto de 2013: Uma Dádiva Cósmica Como Jamais Tivemos
Sarah Varcas



Hoje nos deparamos com energias do tipo que raramente encontramos.

(Vejam carta astrológica em: http://astro-awakenings.co.uk/26th-august-not-a-grand-sextile-but-im-still-excited). 

Este é um dia de grande poder, enorme potencial e influências revigorantes. Ele nos leva a um campo de energia totalmente diferente, para além de tudo o que temos experimentado recentemente. Hoje o cosmos sai da sua própria zona de conforto e se move para um local de expansão que ele mesmo normalmente nunca ocupa.

Nem é necessário dizer que isto é motivo não só para entusiasmo, mas também para cautela. Entusiasmo porque agora temos à nossa disposição uma energia completamente nova e pura; e cautela porque pode ser que ainda não estejamos totalmente qualificados para lidar com uma força tão poderosa!

É claro que, se não estivéssemos coletivamente prontos, ela não estaria aqui, mas num nível pessoal, precisamos reconhecer e assumir a responsabilidade que este dia nos presenteia: a responsabilidade de tomar o bastão e tomar a dianteira na corrida da vida, com fé e vigor renovados, prontos para superar quaisquer obstáculos que encontremos em nosso caminho.

As configurações celestes de hoje falam de uma nova criação que está nascendo. Elas nos remetem de volta a 29 de julho, quando nos foi lembrado que ainda havia trabalho duro a ser feito e profundidades a serem exploradas; que nada vem a nós numa bandeja, a não ser… ou até que estabeleçamos, em nossas próprias vidas, a vibração necessária para recebê-lo.

Naquela época, havia o risco de desconsiderarmos o trabalho que era preciso ser feito em nossas vidas diárias para prepararmos o planeta para a evolução. Talvez tenhamos sido tentados a ignorar o valor da sabedoria adquirida através da passagem pelo fogo metafórico, trocando-a por resultados mais rápidos e aparentemente mais mágicos, alcançados quando passamos ao largo da face mais dura da realidade. 

Hoje temos a oportunidade de corrigir essa decisão, olhando o fogo de frente, penetrando-o, despidos e dispostos, para que ele queime tudo o que é ultrapassado para nós, deixando apenas o que ressoa com as novas possibilidades e potenciais destes tempos.

Naturalmente, fogos metafóricos muitas vezes se manifestam como momentos de extremo desespero, profunda vergonha, raiva, tristeza… seja qual for a forma assumida pelos nossos maiores desafios, sempre existe uma chama no fogo moldada exatamente como eles. Mas, envolvendo cada chama, existe outra maior, de esperança, renovação, fé, potencial e – mais importante que tudo – amor.

Não o amor de rosas vermelhas e caixas de chocolate; nem mesmo o amor incondicional dos pais e das crianças; mas amor cósmico. É o amor do universo mergulhando-nos nessas chamas, mesmo quando pedimos clemência, porque este fogo machuca enquanto cura, queima enquanto purifica e desmorona enquanto recria o novo.

Este é o amor que diz: “Vou forçá-lo a passar gritando pelas chamas porque sei o quanto se sentirá bem ao chegar do outro lado. Sei que não será capaz de agradecer-me o suficiente por esta oportunidade de começar outra vez, puro e novo. Embora, na verdade, você não precise me agradecer de forma nenhuma, porque você é eu, e eu sou você. Estamos fazendo isto juntos.”

Hoje o cosmos fala de amor duro e beleza, de dor e recompensa, de ira e paz. Ele convoca todas as forças opostas do universo para virem ao centro e se fundirem em uma só, de modo a criar uma vibração nova em folha, como nunca existiu outra igual. Hoje é realmente um dia de nascimento, de criação.

Se eu tivesse que apontar um dia em que as mudanças maiores e mais profundas poderiam ocorrer em cada um de nós, no mundo e em nossas vidas, este seria o dia, sem dúvida. Mas somos nós que temos que mudar, mover e nos reagrupar em uma nova formação. Hoje temos que SER diferentes, não apenas esperar que a diferença chegue a nós como uma dádiva de outro reino.

Nós já temos a dádiva; ela está aqui, em toda a nossa volta, na forma de novas vibrações, energias únicas e forças poderosas, mas precisamos conduzir essas forças através de nós mesmos, através de nossos espíritos, de nossas mentes e emoções, através de nossos corpos físicos, de nossas escolhas, pensamentos e comportamentos. Se não fizermos isto, será como se comprássemos uma bateria nova e a guardássemos empacotada na prateleira.

“Olhe só que linda a minha bateria nova!” – nós pensamos – “Será maravilhoso quando eu a utilizar para alguma coisa!” Enquanto isso, os aparelhos de nossos lares se enfraquecem, se esforçam e param de funcionar, já que suas próprias baterias não conseguem mais dar conta de tudo que é exigido delas. Mas ainda assim a bateria nova continua na prateleira, aguardando o dia em que finalmente será desembrulhada e posta em uso. 

Esse dia é agora. Nós somos esses aparelhos esforçados que estão se descarregando; e o cosmos acaba de nos entregar um pacote de energia totalmente nova, para que a utilizemos. Mas se não nos plugarmos nela… o cosmos poderia muito bem não ter se incomodado conosco, para ser franca! E, na próxima vez, ele talvez não seja tão generoso…

Então, não importa o que o dia de hoje traga para nossas vidas e para o mundo ao nosso redor… independentemente de qualquer coisa, podemos ter certeza que algo incrivelmente poderoso está em ação. Algo que pode nos modificar para além do nosso reconhecimento, se assim o permitirmos.

Isso não acontecerá num piscar de olhos. Leva tempo para nos ajustarmos a essas novas vibrações e possibilidades, mas se nos dedicarmos hoje a nos abrirmos para elas, convidando-as a entrar e permitindo que elas penetrem cada canto de nossa psique, cada pedacinho de nosso espírito, cada célula de nosso corpo, nos próximos dias descobriremos que está acontecendo alguma coisa que nunca tivemos antes.

Um novo tipo de paz, um entendimento mais profundo, um conhecimento maior das verdades que antes estavam fora do nosso alcance. Qualquer que seja a forma em que essas energias cheguem para vocês e para mim hoje, qualquer que seja o modo que elas sejam entregues à nossa porta, podemos ter certeza que o propósito é a evolução, a motivação é o amor, e o fogo – embora quente como o inferno – na verdade é o céu na Terra, pronto para que assumamos nosso lugar no Novo Mundo, indo embora do antigo e abençoando-o enquanto partimos.

Então, por favor, juntem-se a mim acolhendo esta mudança cósmica, este momento de renascimento. Seu período mais poderoso será entre 6:15h da manhã e 7:20h da tarde (GMT). Mas sendo espaço e tempo o que são nas dimensões diferentes desta, não entrem em pânico se perderem o “ponto culminante”! O que importa é a nossa intenção e a nossa disposição para receber.

Além disto, as dádivas que o cosmos nos oferece hoje não irão embora as 7:20h desta noite!
Elas chegaram para ficar.

A grande questão é… o que vamos fazer com elas?!

Com muito amor para todos neste dia tão especial!

Sarah Varcas

http://stelalecocq.blogspot.com/2013/08/o-nascimento-de-uma-nova-criacao.html
Fonte: http://astro-awakenings.co.uk/26th-august-2013-a-cosmic-gift-like-none-before-it
Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br
© Sarah Varcas. Todos os direitos reservados. É dada permissão para compartilhar livremente este artigo em sua totalidade, desde que seja dado todo crédito ao autor. E que seja citado o site onde este texto é oferecido gratuitamente.
Grata Vera!

LUZ!