PREOCUPAÇÕES...

04/09/2012 22:37


:: Rubia A. Dantés ::


Noite dessas... me deitei, pensando em me entregar a um sono tranqüilo e reparador, quando me vejo surpreendida por um monte de preocupações inúteis...
Por mais que eu soubesse de sua inutilidade, parece que minha mente não compartilhava da mesma opinião, pois insistia em levá-las a sério... muito a sério. E aquela vozinha repetitiva me mostrava o tanto de coisas com as quais eu deveria me preocupar... diga-se de passagem... no futuro.
E quanto mais eu tentava me desligar dos pensamentos para mergulhar logo no sono, mais a mente criava motivos dignos de convencer qualquer um que realmente existia um motivo real para se preocupar... e os pensamentos pouco a pouco foram deixando minha cabeça literalmente quente e agitada demais para dormir.

Acendi a luz e tentei me distrair com um livro... mas sem muito sucesso para afastar a tagarelice da mente.
Mesmo me lembrando que tudo aquilo se referia a coisas que supostamente poderiam acontecer em um também suposto tempo futuro e mesmo sabendo de todas as coisas que já sei sobre a preocupação... pude constatar como as vezes não é fácil nos livrar das artimanhas da mente...

Por fim, dediquei-me ao Ho'oponopono e, aos poucos, os pensamentos foram se acalmando e acabei dormindo... Senti que ao entregar a limpeza da causa das preocupações à Divindade, eu poderia descansar... e minha mente diante de uma força maior também descansou...

No dia seguinte, viajei para a fazenda e à tardinha... assentada na rede da varanda... olhando aquela mata maravilhosa na montanha em frente, entrei em um estado de muita paz...
Foi quando a mente tentou de novo me tirar do eixo, lembrando-me das coisas que haviam me feito perder o sono na noite anterior, mas, para minha surpresa e alegria... os pensamentos chegavam e se dissolviam na paisagem e, por mais que a mente insistisse, nenhum pensamento se sustentava... e minha paz foi ficando cada vez mais plena... Até que a própria mente se calou...

Experimentando tão proximamente esses dois estados da mente, pude perceber como tudo está dentro de nós e como muito dos nossos sofrimentos são criados pela preocupação. Nos preocupamos com tudo, com o que vai acontecer no futuro próximo ou distante... e com isso interferimos na criação desse futuro.

A mente tem muitas artimanhas para nos prender em preocupações que nunca têm fim... nos levando a criar o que mais tememos, quando dedicamos pensamentos e mais pensamentos a coisas que não gostaríamos que acontecessem... e está sempre tentando nos manter no passado ou no futuro... nos impedindo de viver no único tempo possível de ser feliz, que é no presente... Quando nos preocupamos com o futuro ou quando não deixamos ir o que já passou... gastamos tanta energia com isso, que sobra muito pouco tempo e energia para realmente resolver os problemas...

Mas será que queremos realmente resolver os problemas? Ou será que as preocupações são só uma forma de autossabotagem para nos manter no papel de vítimas das circunstâncias... 
O fato é que nos ocupar antecipadamente de algo que imaginamos poder vir a acontecer, afasta-nos do poder que só podemos acessar quando estamos inteiros no presente...

Se tiver um problema que você pode resolver, resolva... se não puder, já está resolvido, como nos dizem as sábias palavras do Dalai Lama:

"Se seu problema tiver solução, você não precisa se preocupar com ele. Se seu problema não tiver solução, você não precisa se preocupar com ele também".