SOB O SOL DA CONSCIÊNCIA

14/12/2011 14:34

 

 

por Maria Cristina Tanajura - tinatanajura@terra.com.br



Quando tenho algum pensamento inspirador que me faz vibrar de esperança e me energiza, eu penso logo em sentar e escrever o que intuí, pois talvez alguém mais possa se ajudar com aquela forma de ver a vida. Assim nascem os meus textos - muito mais do que intuo, do que sinto. E as palavras me vêm do coração. Esta é a grande importância delas. Se todos nós ouvíssemos mais vezes o que nos dita o nosso Ser interior, seríamos realmente compreendidos pelo outro, pois a este nível somos irmãos e muito semelhantes.

Nestes anos de vida encarnada, nunca vi a sombra se mostrar tão intensa! A falta de respeito, a ausência de afeto e compreensão, a violência cresce em toda parte, não apenas num bairro mais distante, num país desconhecido, mas ao nosso lado. Isto todos nós presenciamos e nos faz mal, tenta nos aterrorizar. Porém, jamais senti que tudo está perdido, que nosso mundo está para ser destruído, apesar de tantas evidências. Muito pelo contrário. O meu coração me diz que jamais houve tanta luz chegando a nosso pequeno planeta, desde que nos tornamos seres humanos, deixando pra trás a vida estritamente instintiva. É que também o Sol da consciência brilha como nunca em cada ser desperto e é exatamente por isto que a sombra aparece. Onde há sombra, há luz!

Durante todo o dia, quando andamos sob o sol, somos seguidos por nossas sombras - ora maiores, ora menores, ora mais à direita, ou mais à esquerda. Mas... Há um instante em que a sombra desaparece! É justo quando nos colocamos exatamente embaixo do sol. Sem horários de verão, ao meio-dia. Esta idéia me chegou sem que eu esperasse, me ensinando que -se quisermos diminuir as sombras que existem em nós- precisamos nos colocar cada instante mais sob a orientação de nosso Sol interior, da sabedoria iluminada do nosso Espírito, da Fonte de Amor que existe em nós. 

Cultivemos esta aliança! Busquemos no silêncio as respostas às nossas indagações. Acreditemos mais e mais nas orientações que nos chegarem através dessas reflexões, mesmo que elas sejam aparentemente esquisitas, estranhas, pois caminhos novos estão sendo abertos e por isto podem parecer surpreendentes, mas são apenas formas diferentes de viver. 
Lembrando que somos fundamentalmente seres de Luz, pólos energéticos, vivendo uma experiência educativa na matéria, cuidemos desta luz que somos. Limpando a mente de pensamentos destruidores, temerosos, desanimadores, invejosos, doentios. Buscando acreditar sempre mais no Amor que somos e no Amor que nos rodeia e que está em tudo e em todos - não apenas quando estamos nos acreditando apaixonados, mas sempre.

Respiremos o Amor, dizendo: na inspiração -Eu sou Amor e na expiração- eu estou no Amor. Quando pratico isto, sinto-me tão acariciada, tão aconchegada e acolhida, que toda a tristeza se vai e me percebo parte do melhor que me rodeia.

Pois é... Vamos sintonizar a Luz e o Amor. Isto acaba sendo uma súplica poderosa que vai abrindo canais para a transformação que já está acontecendo, intensificando a Paz e afastando o desequilíbrio, seja ele de que natureza for.

Pode parecer simplista demais, o que estou lhes dizendo. Admito que seja - mas tudo que é verdadeiro é simples, acreditem. As complicações são obra do Ego, que "se acha" e precisa provar que é capaz de criar teorias estranhas e complexas, que só poucos escolhidos -naturalmente aquele que as formulou- podem assimilar.

Nada é impossível para aquele que realmente ama, mantém seu pensamento focado na Luz, no Amor (em Deus). Como estamos vivendo o Apocalipse, com a separação do joio do trigo, nos coloquemos do lado do Bem - declaradamente, definitivamente, mesmo que muitos nos olhem esquisito. Somos responsáveis por divulgar o que sentimos, para que outros também ponham os pés no caminho da Verdade. Jesus, nosso Guia, nos falou: Sou o Caminho, a Verdade e a Vida e ele amou tanto, tanto, que ainda hoje suas palavras são faróis em nossas vidas. Fiquemos sob o Sol, em Deus e as sombras irão se despedindo de nossas mentes e corações e nosso lar planetário se iluminará.

Texto revisado